Climatério e Menopausa

Muitas vezes, a situação menopausa é empregado indevidamente para atribuir o climatério, que é o momento de alteração do período reprodutiva, para o não reprodutivo na vida da mulher.

A principal particularidade da menopausa é a finalização das menstruações.

Com tudo, em várias pessoas, a menopausa se propaga por descontinuação menstruais, menstruações mais insuficientes,hemorragias, menstruações pouco frequentes. Outros sintomas característicos tal como calorões,mudanças do sono, do desejo sexual e do humor, tal como degeneração dos órgãos genitais, surgem em seguida.

CAUSAS

Grande parte dos óvulos que a mulher produzirá no decorrer da vida têm sua nascença em folículos dos ovários já vigentes no instante do nascimento. Esse acúmulo é constante desde a primeira menstruação até a última menstruação. Pessoa nenhuma é capaz de produzir inéditos folículos para restituir os que se finalizaram. Na fase que morrem os restante deles, os ovários iniciam em falência e as acumulações dos hormônios das senhoras, estrogênio e progesterona, decrescem sem volta.

Além dessas causas possíveis da menopausa, estão as cirurgias ginecológicas que incluem a retiração dos ovários.

ANÁLISE

A análise da menopausa só poderá ser determinada posterior que a mulher ultrapassou doze meses sem menstruar. Tão somente o diagnóstico do climatério tem em vista a fase, o teste clínico e poucos exames de laboratório de sangue. Mamografia, Papanicolaou, ultrassom transvaginal e densitometria óssea são testes integrados que podem ser reproduzidos com regularidade.

Se deseja aprender mais sobre: sintomas da menopausa

SINTOMAS

Em determinadas hipóteses, o momento da menopausa e climatério é assintomática. No entanto, a maior parte das senhoras começam indicações de tonicidade modificável já no princípio do climatério, sintomas que se intensificam com a minoração sucessiva das agrupamentos dos hormônios sexuais femininos. Os mais tradicionais são:

Calorões : episódios súbitos de percepção de calor na face, pescoço e membro superior do tronco, usualmente reunidos de rubor facial, sudorese, palpitações cardíacas, vertigens, fraqueza muscular. Na ocasião mais arrebatadores, devem firmar restrições nas tarefas diárias;

Irregularidades no período das fases menstruais e na intensidade do fluxo sanguíneo;

Expressões urogenitais, tais como problemas para desencher a bexiga, dor e necessidade para urinar, incontinência urinária, contaminações urinárias e ginecológicas, secura vaginal, dor à penetração e diminuição da libido;

Sintomas psíquicos: a redução das taxas de estrógeno e progesterona atinge com a liberação de neurotransmissores importantes para o funcionamento proporcional do sistema nervoso central. Como resultado, ampliam as reclamações de nervosismo, fragilidade emocional, choro demasiado, depressão, distúrbios de ansiedade, melancolia, perda da memória e falta de sono;

Alterações na pele, que perde o vigor, nos cabelos e nas unhas, que ficam mais finos e danificados;

Mudanças na repartição da gordura o corpo: o tecido fibroglandular mamário é comutado por tecido gorduroso que igualmente se reúne mais na região abdominal;

Carência de massa óssea característica da osteoporose e da osteopenia;

Risco ampliado de efermidades cardiovasculares: a doença coronariana é a principal motivo de morte após da menopausa.

TRATAMENTO

A terapia de compensação hormonal tem a serventia de aliviar os indícios físicos, psíquicos destemperança e os pertinentes com os órgãos genitais secura vaginal,imoderação urinária no climatério. Além disso, executa como prevenção contra a osteoporose e proporciona superior condição de vida para a senhora.No entanto, existem contraindicações que devem ser surpreendentemente avaliadas, tais como a chance de efermidades cardiovasculares, trombose, câncer de mama e de endométrio, disfunções hepáticos e sangramento da vagina de proveniência desconhecida.

Pesquisas mostraram que a isoflavona de soja tem atividade quase igual a do estrogênio no controle das ondas de calor.
Alimentação saudável, atividade física regulares, não fumar e evitar o consumo de álcool, atenção com a saúde da boca são poucas atitudes simples, que atribuídas aos hábitos diários de vida, podem ser úteis para minimizar os sintomas negativos do climatério.

ORIENTAÇÕES

Não julgue que após a menopausa a pessoa está abstida da orientação ginecológica que deverá seguir sendo feita com regularidade;

Cuide da alimentação e previna ganhar peso;

Evite a ingestão de álcool e não fume.

Adquira tempo para a prática diária de exercícios físicos. Para mais de ser essencial para o bem estar físico, ela é fundamental para a administração da pressão arterial, prevenir a osteoporose e doenças cardiovasculares e aliviar as mudanças do humor.

Se gostaria de aprender mais sobre: sintomas da menopausa