Climatério e Menopausa

Muitas vezes, o termo menopausa é usada incovinientemente para atribuir o climatério, que é a situação de mudança da fase fértil, para o não reprodutivo na vida da pessoa.

A fundamental particularidade da menopausa é a conclusão das menstruações.

Com tudo, em inúmeras mulheres, a menopausa se propaga por inconstância menstruais, menstruações mais ausentes,hemorragias, menstruações mais ou menos contínuas. Outros atributos únicos como calorões,alterações do sono, do apetite sexual e do temperamento, e ainda degeneração dos órgãos genitais, ocorrem na sequência.

ORIGENS

A maioria dos óvulos que a mulher gerará ao longo da vida têm sua nascença em folículos dos ovários já vigentes na ocasião do nascimento. Esse acúmulo é frequente desde a menarca até a última menstruação. Senhora nenhuma é apta de gerar renovados folículos para recompor os que se acabaram. Na fase que morrem os restante deles, os ovários entram em decadência e as acumulações dos hormônios das mulheres, estrogênio e progesterona, caem inconvertível.

Entre outras causas prováveis da menopausa, podem ser os procedimentos ginecológicas que englobam a retiração dos ovários.

IDENTIFICAÇÃO

A análise da menopausa só poderá ser realizada após que a mulher passou 12 meses sem menstruar. Já o diagnóstico do climatério considera a fase, o teste clínico e alguns exames laboratoriais de sangue. Mamografia, Papanicolaou, ultrassom transvaginal e densitometria óssea são exames complementares que devem ser reforçados com regularidade.

Se pretende conhecer mais sobre: sintomas da menopausa

SINTOMAS

Em algumas possibilidades, a fase da menopausa e climatério é sem indícios. Contudo, a maioria das mulheres apresentam sintomas de acentuação variável já no princípio do climatério, indicativos que se aumentam com a atenuação sucessiva das concentrações dos hormônios sexuais das senhoras. Os mais tradicionais são:

Calorões : momentos profundos de sensação de calor na cabeça, pescoço e membro superior do tronco, geralmente juntos de rubor do rosto, muita transpiração, palpitações cardíacas, tontura, fraqueza muscular. No momento mais arrebatadores, devem firmar restrições nas tarefas do dia a dia;

degenerações na duração das etapas menstruais e na quantidade do fluxo sanguíneo;

Demonstrações urogenitais, especificamente incapacidade para esvaziar a bexiga, dor e pressa para urinar, imoderação urinária, contaminações urinárias e ginecológicas, ressecamento vaginal, dor à penetração e interrupção da libido;

Indicativos psíquicos: a interrupção dos níveis de estrógeno e progesterona acomete com a desbloqueio de neurotransmissores únicos para o exercício harmonioso do sistema nervoso central. Como sequela, aumentam as queixas de irritabilidade, variação emocional, choro demasiado, prostração, descontrole de ansiedade, abatimento, eliminação da memória e insônia;

Alterações na pele, que perde o vigor, nos cabelos e nas unhas, que ficam mais finos e frágeis;

Mudanças na distribuição da gordura o corpo: o tecido fibroglandular mamário é comutado por tecido gorduroso que igualmente se deposita mais na parte abdominal;

Carência de massa óssea padrão da osteoporose e da osteopenia;

Perigo exagerado de problemas cardiovasculares: a doença coronariana é a principal acontecimento de morte depois da menopausa.

INTERVENÇÃO

A terapia de compensação hormonal tem a utilidade de diminuir os sintomas físicos, psíquicos irritabilidade e os relacionados com os órgãos genitais sequidão vaginal,incontinência urinária no climatério. Mesmo assim, trabalha como prevenção contra a osteoporose e garante superior situação de vida para a pessoa.Ainda assim, existem contraindicações que podem ser surpreendentemente examinadas, assim como a possibilidade de efermidades cardiovasculares, trombose, câncer de mama e de endométrio, disfunções hepáticos e sangramento vaginal de origem desconhecida.

Pesquisas mostraram que a isoflavona de soja tem ação parecida a do estrogênio na administração das ondas de calor.
Alimentação benéfica, atividade física regulares, não fumar e diminuir o consumo de álcool, cautelas com a saúde bucal são algumas medidas simples, que incorporadas aos hábitos diários de vida, devem ser úteis para eliminar os sintomas negativos do climatério.

RECOMENDAÇÕES

Não pense que após a menopausa a pessoa está livre do acompanhamento ginecológica que deve prosseguir sendo executada com regularidade;

Atente-se a alimentação e evite ganhar peso;

Previna a ingestão de álcool e não fume.

Ache tempo para a prática diária de atividade física. Além de ser essencial para o bem estar físico, ela é importante para o controle da pressão arterial, evitar a osteoporose e doenças cardiovasculares e aliviar as alterações do humor.

Se pretende saber mais sobre: sintomas da menopausa